Senge-PR: Eventos focam em energias renováveis, previdência e mobilizações

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

A semana teve negociação por data-base e vai começar com paralisação estadual.

CASCAVEL
VIII Tecno Senge debateu energias renováveis com estudantes de engenharia

cascavel

Palestra para estudantes na Unipar

A Regional do Senge em Cascavel realizou mais uma edição do Tecno Senge. O evento ocorreu em parceria com a Unipar. O tema do evento foi “Energias Renováveis e Sustentabilidade”. A primeiro abordou o “Concreto de alta resistência e sustentabilidade”. Ela foi apresentada pela engenheira civil Caroline Londero. Já a segunda palestra tratou de “Energias Renováveis no Saneamento – Biogás”. A discussão foi ministrada pelo engenheiro eletricista Danielison Pinto.

PONTA GROSSA
Ponta Grossa debate acessibilidade no dia 29 de abril
No próximo dia 29 de abril, acontece no auditório da Regional Ponta Grossa do Crea-PR (Av. João Manoel dos Santos Ribas, 370), o 2°Fórum de Acessibilidade do Crea-PR de 2019, evento promovido pela Comissão de Acessibilidade do Conselho com o objetivo de aproximar os poderes público e privado para debater atualizações das legislações e normas que preveem orientações básicas de acessibilidade, sensibilizar e orientar profissionais e estudantes com relação ao tema.
O evento abordará a questão dos “Desafios da Acessibilidade na Indústria” por meio das palestras ministradas pelos profissionais: Jeanette Jacinto (DAF Caminhões), Eng. Fl. Álvaro Luiz Scheffer (Águia Participações), Eng. Mat. e Eng. Seg. Trab. Marcel Salloum (SESI), Eng. Mec. Sérgio Yassuo Yamawaki (Tecnologias Assistivas) e Eng. Civ. Célia Neto da Rosa (Crea-PR).
A inscrição é gratuita e pode ser feita clicando aqui. Dentro do endereço, procure por “FÓRUM DE ACESSIBILIDADE PONTA GROSSA”

CAMPO MOURÃO
Semana do Primeiro de Maio intensifica agenda contra reforma da previdência e agrotóxicos

A Frente Brasil Popular de Campo Mourão está definindo ações para a semana do Primeiro de Maio, Dia do Trabalhador. Nos dias 29, 30, 2 e 3 serão coletadas assinaturas contra a Reforma da Previdência das 9h as 12h, no calçadão da av . CAP Índio Bandeira, em frente EDF Antas. As visitas também devem ocorrer na UNICampo e na UTFPR. No sábado, a programação é fazer um “arrastão” pelos bairros. A intenção é coletar o maior número de assinaturas no abaixo assinado, que será entregue em Brasília nos próximos dias. No último dia 21, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou o parecer da PEC 6/2019, que agora seguiu para uma comissão mista. A mobilização também servir para esclarecimentos sobre o pedido de aumento da tarifa da Sanepar em 12,13%, os aumentos e ainda discutir a contaminação da água por agrotóxicos.

FOZ DO IGUAÇU
Senge apoia entidades sociais de Foz
A regional do Senge de Foz do Iguaçu adotou como política a utilização dos recursos da Taxa de Reversão para fins sociais. Anualmente, o dinheiro arrecadado é doado para algum instituição de caridade que foi indicada pelos próprios engenheiros da região. Nesse ano não é diferente. Os diretores do Senge estão convidado os engenheiros da ITAIPU a sugerir organizações que tenham projetos sociais na região. Elas podem ser feitas pelo e-mail [email protected] Na mensagem deve ser informado o nome da instituição, atividade desempenhada, forma de contato (e-mail/telefone) e pessoa de contato.

CURITIBA
AGE delibera participação na paralisação de 29 de abril
Na quinta-feira (18) aconteceu, na sede do Senge-PR em Curitiba, a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) dos servidores estatutários representados pela entidade. Na pauta estava a deliberação sobre ações em defesa dos direitos adquiridos e da data-base dos servidores estaduais, e a participação da entidade na paralisação de 29 de abril. Sem reposição da inflação há mais de três anos, o funcionalismo acumula perdas que podem chegar a 22%, e agora enfrenta a ameaça de novo congelamento de salários e da extinção de direitos adquiridos, como os quinquênios e as licenças-prêmio.

Engenheiros CREA-PR rejeitam proposta do Acordo Coletivo de Trabalho

Após irem as urnas eletrônicas entre os dias 25 e 26 de abril, os engenheiros e funcionários que trabalham no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (CREA-PR) recusaram fortemente a proposta de acordo coletivo de trabalho que deve vigorar até 31 de março de 2020. A decisão foi tomada após a assembleia conjunta do Senge-PR e Sindifisc-PR que apresentou a proposta. Foram realizados três encontros entre as entidades para debater a data-base. A proposta recebeu 67 votos a favor e 208 votos contra. Ainda tiveram dois em branco. Com a decisão da categoria, as entidades vão retomar as negociações, defendendo a pauta de reivindicações inicial definida em assembleia da categoria.

BRASIL
Observatório Nacional dos Direitos à Água e ao Saneamento realiza planejamento
Aconteceu a 1ª oficina de planejamento das ações do Observatório Nacional dos Direitos à Água e ao Saneamento (ONDAS), em Brasília. De acordo com o engenheiro civil e presidente da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge), Clovis Nascimento, a oficina tem o objetivo de organizar as ações e estratégias para os próximos dois anos, além de criar uma Rede Nacional de Multiplicadores. “Além da formulação de estudos técnicos, queremos promover o diálogo e a participação da sociedade nesse processo”, disse.

 

Fonte: Senge-PR