ONU Mulheres lança campanha para engajar homens no combate às desigualdades de gênero

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

No marco do Dia Internacional das Mulheres, a ONU Mulheres lançou, globalmente, a campanha “HeForShe” (Ele por Ela, em português), um convite para que os homens de todas as partes do mundo se engajem a favor da igualdade de gênero e do empoderamento das mulheres e das meninas.
Tradicionalmente, coube muito mais às mulheres o papel de lutar contra as desigualdades de gênero e muitos avanços foram conquistados. No entanto, para que a paridade de gêneros seja alcançada, os homens precisam não apenas estar envolvidos nesta intenção, como também assumir um papel ativo na garantia dos direitos de mulheres e meninas.

“HeForShe” quer aumentar a consciência de [email protected] de que os direitos das mulheres e meninas não são apenas um problema para que as mulheres resolvam, mas uma questão moral, social e econômica imperativa para toda a humanidade.
Ele por ElaO site da campanha (em inglês) — www.heforshe.org – traz a seguinte mensagem: “Estamos em 2014 e mulheres em todo o mundo ainda estão sendo abusadas, objetificadas e silenciadas. No entanto, as mulheres são a metade do potencial do mundo e cada uma tem o direito a uma vida livre de discriminação. Sua voz é poderosa, use-a para dizer ao mundo por que a igualdade para todas as mulheres e meninas é uma causa pela qual vale a pena lutar”.
Homens e meninos são convidados a postarem vídeos, que se tornarão públicos no canal da campanha no Youtube, respondendo a alguma das seguintes perguntas:
Globalmente, as mulheres ganham 30% menos do que os homens pelo mesmo trabalho. De que forma os homens são responsáveis por esse desequilíbrio? O que os homens podem fazer para mudar isso?
Educar as mulheres é uma das formas mais efetivas de reduzir a pobreza, no entanto, as mulheres continuam representando 64% dos analfabetos do mundo. O que você diria a um homem 

que pensa que educar as meninas é uma perda de tempo?
Todo dia, cerca de 800 mulheres morrem de complicações durante a gravidez e o parto que poderiam ser prevenidas. Como você se sentiria se uma mulher que você ama estivesse morrendo no parto e ninguém a ajudasse?
Uma em cada três mulheres sofrem violência em algum momento de suas vidas. O que os homens podem fazer para eliminar a violência contra as mulheres e meninas?
Você acha que os homens têm a responsabilidade de eliminar as desigualdades de gênero? Onde você pode começar?
A sede global da ONU Mulheres também tem divulgado informações em sua página no Facebook com mensagens de homens comprometidos com a igualdade de gênero.

Assista o vídeo AQUI!