NPC lança cartilha comemorativa dos 100 anos do DIA DA MULHER

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Em 1911, o dia da mulher foi comemorado pela primeira vez em outros lugares além dos Estados Unidos. Aproveitando o centenário desta primeira celebração internacional do Dia da Mulher, o Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC) elaborou uma publicação comemorativa do dia 8 de março. Cada exemplar da cartilha 100 ANOS do DIA DA MULHER custa apenas R$ 5 (preço unitário) e pode ser comprado na sede do NPC, no Rio de Janeiro, ou pela internet.

Com ilustrações do cartunista Latuff e imagens do fotógrafo João Zinclar, as 32 páginas da publicação são uma verdadeira aula de história. “Qual o sentido do dia da mulher? Dia de luta pra quê? Para que a mulher fosse reconhecida e se reconhecesse como ser humano. Com iguais direitos em casa, no trabalho, na escola, na sociedade, em tudo”, diz um trecho da publicação.

A cartilha 100 ANOS do DIA DA MULHER mantém a parte histórica daquelas editadas anteriormente pelo NPC sobre As Origens Socialistas do dia 8 de março e contém novas imagens e informações. “Muitos sindicatos e movimentos sociais nos pediram para reeditarmos a cartilha para que pudessem usar em suas atividades durante o mês de março. Nós o fizemos com muitas mudanças, mas mantendo a parte histórica”, explica Vito Giannotti, coordenador do NPC e autor da cartilha.

Contatos:
Telefone: (21) 2220 5618 / 8859-1486
E-mail: [email protected]
Endereço: Rua Alcindo Guanabara, 17, sala 912, Cinelândia (ao lado da Câmara Municipal) – Centro – Rio de Janeiro