.:. Informativo nº 66 :: 14 de Julho / 2014 .:.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

 


.:. Informativo nº 66 :: 14 de Julho / 2014 .:.

 

Fisenge lança portal para o 10º Congresso Nacional de Sindicatos de Engenheiros

 

 

A Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge) lançou, no dia 2/7, o portal do 10º Congresso Nacional de Sindicatos de Engenheiros (Consenge). A página traz a programação do evento, que será realizado de 27 a 30 de agosto, em Búzios, no Rio de Janeiro. Além disso, traz notícias sobre os encontros regionais realizados pelos sindicatos para eleição de delegados e definição de propostas, o documento referência do Congresso, materiais de divulgação e perfis dos palestrantes. Este ano, o Consenge irá homenagear o engenheiro e político brasileiro Rubens Paiva, assassinado pela ditadura militar, no Brasil.

 

Saiba mais AQUI

 

 

 

 

 


 

Engenheira Eugênia e filha conversam sobre machismo da sociedade  

 

Em tempos de Copa do Mundo, a Engenheira Eugênia assiste aos jogos do Brasil. A filha nota os comerciais da televisão e o papel da mulher na mídia. Eugênia fala sobre a sociedade machista, que explora o corpo das mulheres como objeto de consumo. Os quadrinhos têm periodicidade mensal. Contribua você também e ajude a divulgar! As contribuições poderão ser enviadas diretamente para o e-mail da engenheira Eugênia: [email protected] ou para [email protected]

Será mantido total sigilo de fonte de todos os depoimentos e de todas as histórias enviadas. A publicação é livre, desde que citada a fonte.

 


 

Senge-RJ promove debate marco civil da internet

 

 

 

 

Uma das mais importantes conquistas da sociedade brasileira, o marco civil da internet, foi tema de debate, no dia 10/7, no auditório do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio do Janeiro (Senge-RJ). O deputado federal Alessandro Molon (PT-RJ) falou sobre a luta e os direitos dos usuários com a nova lei. O marco civil da internet elaborado no Brasil é referência internacional. Convidado pelo Parlamento da Itália, Molon testemunhou o respeito a essa iniciativa de vanguarda no Brasil. Na ocasião, foi criada uma comissão para elaborar legislação semelhante para a União Europeia. Em pauta, os direitos fundamentais e as regras do convívio em uma sociedade digitalmente integrada.

 


Senge-VR: CSN anuncia pagamento de diferenças salariais

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) anunciou o pagamento das diferenças salariais decorrentes do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), retroativo a 1º de maio deste ano. Segundo a CSN, o crédito será igual a 10% do salário de cada um. O saldo restante, para completar o reajuste do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) será reservado para cobrir eventuais descontos como INSS e Imposto de Renda. A empresa também irá pagar no final do mês de julho, o Salário Mínimo Profissional (SMP) aos engenheiros e às engenheiras, também retroativo a 1º de maio.


Senge-PR empossa nova diretoria da regional de Ponta Grossa

 

 

 

Na última sexta-feira (27), tomaram posse a nova diretoria do Senge-PR em Ponta Grossa para o triênio 2014/17, sob liderança da engenheira civil Margolaine Giacchini. O evento, realizado na Associação dos Engenheiros Agrônomos dos Campos Gerais (AEACG), espaço onde funciona a nova regional do sindicato, contou com a presença do presidente do Senge-PR, Carlos Roberto Bittencourt, do presidente do Crea-PR, Joel Krüger e de lideranças da região. A cerimônia de posse marca a retomada da regional do sindicato em Ponta Grossa, que ficou desativada nos últimos anos, e que representa atualmente cerca de dois mil profissionais nos 27 municípios na região dos Campos Gerais. Além da engenheira Margolaine, compõem a diretoria regional de Ponta Grossa a diretora adjunta secretária Adriana Baumel, o diretor adjunto financeiro Manoel Marcelo da Silva Martins e as diretoras adjuntas Helena de Geus Schleder e Luciane Curtes Porfírio Silva.

Segundo Margolaine, os principais desafios que se apresentam neste início de gestão é a estruturação da nova regional e a ampliação do quadro associativo da entidade na região. “Agora de início vamos trabalhar com toda a organização estrutural da regional, com a proposta de ampliarmos a base de associados do Senge-PR para termos força e apoio da categoria para atuarmos na representação e discussão de políticas públicas, que é uma importante missão que vamos desenvolver e procurar fazer intensamente na sociedade. A regional do Senge-PR em Ponta Grossa vem para somar com as demais entidades de classe. Nossa proposta é essa, pois certamente juntos teremos uma força maior para lutar pelos interesses e direitos dos profissionais de engenharia e de agronomia”.

Leia mais AQUI 


Seagro-SC lança campanha SOS Agricultura

 

 

 

O Sindicato dos Engenheiros Agrônomos de Santa Catarina (Seagro-SC) lançou, no dia 01/07, a campanha S.O.S. Agricultura. Com spots de rádio e outdoor, a campanha em defesa da agricultura teve início na região da Grande Florianópolis. O protesto é pela falta de apoio e desestruturação da pesquisa, à extensão rural e à defesa sanitária do agronegócio catarinense, atividade que representa 1/3 do PIB e 62% das exportações brasileiras, com forte participação da agricultura familiar.  Em reunião no gabinete do secretario da Agricultura, Airton Spies, este novamente foi reticente e pouca coisa avançou nas negociações. Engenheiros agrônomos e médicos veterinários continuam pedindo mais atenção do Governo ao serviço público agrícola catarinense, responsável pelo patamar de excelência alcançado nas últimas décadas pelo setor agropecuário. Reclamam de sucessivos planos de demissão incentivada sem a devida reposição, causando esvaziamento dos quadros de fiscalização da Cidasc, colocando em risco o status de único estado livre da febre aftosa sem vacinação, e agora ameaçam a estrutura de pesquisa e extensão rural da Epagri. 

Outro ponto defendido pelo Seagro e que até nem entra nas negociações, mas que julga importante ser respeitado, é uma gestão mais técnica e menos política nas empresas públicas, focada na ciência e na tecnologia, para evitar um apagão tecnológico nos próximos anos. “Com essa campanha pretendemos fazer um alerta para os políticos e para a sociedade sobre os riscos que correm a economia do estado e a segurança alimentar dos catarinenses”, disse o presidente do Seagro-SC, Vlademir Gazoni.


Sindicato promove I Congresso Senge Estudante Bahia

 

 

 

O Sindicato dos Engenheiros da Bahia (SENGE-BA) irá promover seu I Congresso Senge Estudante Bahia, entre os dias 17 e 18/7, no campus da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). O Congresso tem o objetivo de discutir as diretrizes do Senge Estudante e temas relevantes para os futuros profissionais, a exemplo da Lei do Estágio, além de eleger os representantes regionais do projeto.

 

O Senge Estudante é uma iniciativa que tem a finalidade de aproximar os universitários de todos os ramos da engenharia com a realidade da profissão, promovendo a formação política e social dos participantes, por meio de atividades de qualificação, de discussão sobre ética profissional, direitos e garantias trabalhistas. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo site: www.sengeba.org.br/estudante

 


Senge-RO apresenta estudo sobre enchentes do Madeira

 

Aconteceu no dia 1/7, a palestra “A verdade sobre as enchentes do Rio Madeira”, no plenário do Sindisef.De acordo com o presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado de Rondônia (Senge-RO), José Ezequiel Ramos, foi apresentado o relatório do estudo técnico científico sobre as enchentes, suas consequências e possíveis medidas de prevenção. “A palestra apresentou os principais pontos como possíveis causadores da enchente do rio Madeira, assim como as inconsistências dos estudos ambientais realizados para implantação das usinas de Santo Antonio e Jirau”, disse Ezequiel. O estudo foi apresentado pelo ex-presidente do Senge-RO e atual diretor de Ciência e Tecnologia do Sindicato, Jorge Luiz da Silva.

Participaram da mesa o presidente do Senge-RO, José Ezequiel Ramos; Presidente do Crea-RO, Nelio Alencar; o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB); representantes dos moradores atingidos pelas enchentes do Madeira em Porto Velho; e representante dos ribeirinhos do baixo Madeira atingidos pelas enchentes. Também participaram do evento os deputados estaduais do PT, Ribamar Araújo e Epifânia Barbosa.


 

 

Senge-SE lança novas mídias 

 

O Sindicato dos Engenheiros de Sergipe (Senge-SE) lançou recentemente dois importantes canais de comunicação para seus sócios. O Facebook e o Twitter da entidade tem como prioridade possibilitar o contato mais rápido, fácil e direto com os profissionais e estudantes da área, por meio de postagens nas redes sociais sobre os principais acontecimentos do Sindicato, Fisenge e Sistemas Creas/Confea.

Confira essas novidades e fique por dentro de tudo que acontece em Sergipe e no Brasil.

Twitter: @senge.sergipe

Facebook: Sindicato dos Engenheiros de Sergipe


TRF decide trancar ação de atentado a bombas do Riocentro

 

 

 

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) decidiu trancar a ação penal em que seis pessoas foram denunciadas pelo atentado a bombas ao complexo do Riocentro, ocorrido em 1981. O crime, que abalou o regime militar, aconteceu em 30 de abril de 1981, no local onde estava sendo realizado um show para comemorar o Dia do Trabalhador, com a presença de cerca de 20 mil pessoas. Segundo o Ministério Público Federal, os militares pretendiam causar pânico e terror na plateia do espetáculo e na população, atribuindo falsamente o atentado a militantes contrários ao regime de exceção. A ideia, segundo o MPF, era justificar um novo endurecimento da ditadura, justamente quando o país avançava no processo de abertura política.

Leia mais AQUI


 

Composição do Conselho de Comunicação Social do Congresso conta com engenharia

 

 

A Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito a Comunicação com Participação Popular (Frentecom) quer espaço para a sociedade civil na nova composição do Conselho de Comunicação Social (CCS). Em audiência pública nesta terça (1), em Brasília, entidades que colaboram com a Frentecom formularam documento a ser encaminhado para o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB). No documento foram indicados nomes para possíveis representantes da sociedade civil na nova composição do CCS. A entidade cobra transparência na escolha dos representantes. Nas poucas eleições já realizadas para composição do órgão, a mesa diretora do Senado não ouviu as organizações sociais dedicadas à causa da democratização das comunicações. De acordo com Orlando Guilhon, da Associação de Rádios Públicas do Brasil (Arpub), cinco das 13 vagas que compõem o CCS devem ser destinadas a representantes da sociedade civil. No entanto, elas estariam todas preenchidas por pessoas relacionadas com empresas do setor. “O problema está exatamente nessa representação, nesse processo de transição que se avizinha, que nós estamos chamando de eleição”, diz Guilhon.

 

Quatro vagas são para os profissionais do setor, sendo uma para a categoria dos jornalistas, uma para radialistas, uma para artistas e a última para os profissionais de audiovisual. O conselho deve ser integrado ainda por um engenheiro especializado na área de comunicação social. As demais cinco vagas cabem a pessoas que representem a sociedade civil.

 

Leia mais AQUI

 


“O neoliberalismo destrói as nossas liberdades”, diz o economista francês Gaël Giraud

 

 

Para o economista francês Gaël Giraud, as desigualdades de rendimentos e de patrimônio, mas também de acesso à educação, aos direitos, à internet, são fenômenos extremamente graves, pois são obstáculo à prosperidade econômica. “A ecologia econômica parece estar atualmente numa via mais promissora. Ela não é nem marxista, nem neoliberal. O seu objeto é a realidade de um planeta que nós estamos em vias de destruir. E não temos outro. A maior parte dos economistas dos dias de hoje já compreendeu que a transição ecológica é inseparável de uma transição social”, sustenta o professor doutor Gaël Giraud em entrevista à IHU On-Line.Para o economista, os mais ricos, independentemente dos países, são os que mais poluem o planeta, causando, portanto, a destruição do clima e da biodiversidade, o que resulta em um processo de desumanização.

Leia mais AQUI


A luta pela independência no 2 de julho  

 

 

 

Embora não consagrado nas páginas dos livros de História, o dia 2 de julho marcou a consolidação da Independência do Brasil. A forte presença de tropas coloniais levou a população baiana a lutar por libertação e expulsar definitivamente os soldados portugueses. Um dos destaques foi a luta de Maria Quitéria de Jesus, mulher que se vestiu de homem para se alistar no “Exército Libertador”. Ela cortou os cabelos e nomeou-se “Soldado Medeiros”. A data foi reconhecida pela presidenta Dilma Rousseff, que sancionou, ano passado, a lei nº 12.819, que institui o 2 de julho como data histórica no calendário das efemérides nacionais, alusiva à independência do Brasil na Bahia. A lei é de autoria da deputada federal Alice Portugal (PCdoB-BA).

Hino ao 2 de Julho
(Letra de Ladislau dos Santos Titara)

Nasce o sol a 2 de julho
Brilha mais que no primeiro
É sinal que neste dia
Até o sol é brasileiro

Nunca mais o despotismo
Regerá nossas ações
Com tiranos não combinam
Brasileiros corações

Cresce, oh! Filho de minha alma
Para a pátria defender,
O Brasil já tem jurado
Independência ou morrer.

Nunca mais o despotismo
Regerá nossas ações
Com tiranos não combinam
Brasileiros corações

Salve, oh! Rei das campinas
De Cabrito e Pirajá
Nossa pátria hoje livre
Dos tiranos não será