Enel apresenta nova contraproposta para o ACT 2019-2021

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Uma nova rodada de negociação será realizada em breve

Negociação Coletiva – Senge RJ/Enel
Data de ocorrência: 24/10/2019
 
Em mais uma rodada de negociação, no dia 24 de outubro, a Enel apresentou uma nova contraproposta à pauta de reivindicação dos trabalhadores para o ACT 2019-2021. Confira:
 
a) Reajuste de 100% do INPC sobre salários e benefícios econômicos, a partir de janeiro de 2020, sem correção em 2021, com concessão de abono de 13%, conforme previsto no item c abaixo;
 
b) Abono de R$ 2,5 mil, a ser pago em dinheiro ou em ticket, na proporção de R$ 1,1 mil em dinheiro e R$ 1,4 mil em vale-refeição, estando facultado aos empregados a definição da modalidade de preferência do pagamento do valor.
 
c) Abono de 13% do salário base em janeiro de 2020 para compensação da não aplicação do reajuste acima proposto (de 100% do INPC) nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2019 e no 13o salário.
 
d) Extensão de 3 para 12 meses do prazo necessário para que empregados que forem desligados, e que comprovem sua aposentadoria pelo INSS neste período, façam juz aos benefícios previstos no programa de incentivo à aposentadoria, a exemplo do plano médico, entre outros. 
 
A empresa reforçou que o conjunto da proposta se refere ao período 2019-2021. Os sindicatos solicitaram reavaliação da possibilidade de concessão de abono de 30% da remuneração, com valor mínimo de R$ 4 mil, conforme reivindicado em pauta, bem como de revisão do reajuste de cláusulas sociais (auxílio creche, auxílio a pais de portadores de necessidades especiais, ticket e horas extras emergenciais).
 
Em breve, haverá agendamento de nova reunião. 
Mantenha seu cadastro atualizado e fique atento a novas informações. 
 
Fonte: Senge-RJ
Contatos: 
> [email protected]
> Telefones:
(21) 3505-0717
(21) 99458-1297 (Whatsapp) – atualize seu número de celular junto ao Senge RJ para receber nossas notificações.