Proposta consiste no aproveitamento de vigas do Elevado da Perimetral, no RJ

O Sindicato dos Engenheiros de Volta Redonda (Senge-VR) fará uma reunião com o prefeito Antônio Francisco Neto, nesta terça-feira, dia 27, às 9h30min. O objetivo deste encontro é apresentar uma equipe com projetos de reaproveitamento das vigas do Elevado da Perimetral em obras por todo o estado e abrir um canal de conversação com a prefeitura do Rio de Janeiro para esclarecimentos sobre a destinação destas vigas.

O elevado, que é um dos marcos urbanos do Rio de Janeiro, faz parte de um projeto de reurbanização da zona portuária, chamado “Projeto Porto Maravilha”, que resultará na demolição de parte do elevado e a construção de dois túneis de via expressa, até 2016.

“O objetivo é ampliar o grupo de trabalho, unindo projetistas, engenheiros e arquitetos, principalmente os que formavam a equipe da FEM/CSN, a fim de reaproveitar essas vigas de alta resistência em obras públicas”, disse o engenheiro Ildony H. Belley.

Dessa forma, o material poderia ser usado, por exemplo, no elevado do Joá (entre a Barra da Tijuca e o Leblon, no RJ) ou pontes e viadutos nas cidades de todo o estado. Na nossa região, poderiam ser construídas pontes sobre o Rio Paraíba do Sul ou viadutos sobre rodovias e ferrovias.

“A grande vantagem do projeto de reaproveitamento dessas vigas se baseia no princípio da economia verde. A engenharia deve estar com olhar voltado para o reaproveitamento e reciclagem de produtos, diminuindo os impactos no meio ambiente, reduzindo a escassez de nossos recursos naturais e combatendo o efeito estufa”, explicou o presidente do Senge-VR, João Thomaz.

Ainda de acordo com Thomaz, outro ponto importante é que, como as vigas já estão prontas, o custo pode ser reduzido em, pelo menos, 40% do custo de uma nova obra. “Isso economizaria milhões aos cofres públicos. O processo também é mais rápido, pois diminui interferências no trânsito, além do custo de manutenção ser bem mais baixo em relação às vigas de concreto armado, ao longo dos anos”, disse.

O Elevado Perimetral está situado entre a Praça Quinze e o início da Ponte Rio-Niterói e foi construído há mais de 40 anos. Possui uma extensão de 7.326 metros, sendo que em sua estrutura foram utilizadas 25.500 toneladas de aço com alta resistência à corrosão, que não necessitam de excessiva manutenção. “O aço foi produzido na CSN e suas vigas foram fabricadas na antiga FEM - Fábrica de Estrutura Metálica - em Volta Redonda, com 12 metros de comprimento e soldadas até 36 metros. Poderíamos construir 250 pontes com as mil vigas que serão retiradas do Elevado da Perimetral”, exemplificou o engenheiro Fernando O. Pinho, também envolvido no projeto.

Fonte: Senge-VR

Quinta, 29 Agosto 2013 00:00

Senge-PR faz pesquisa com engenheiros