Quarta, 24 Julho 2013 00:00

Senge-RJ participará da Feira Construir 2013

Escrito por

Estande do Sindicato, CREA-RJ e Mútua-RJ terá palestras e orientação profissional

O Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro (Senge-RJ) participará da Feira Construir 2013. Ao lado do CREA-RJ e da Mútua-RJ, o Sindicato terá um estande no evento, onde serão realizadas palestras de capacitação técnica e orientação profissional especializada.

A Feira Construir será realizada entre os dias 14 e 17 de agosto, no Riocentro.

 

“Sua vida vai deixar saudades”, diz João Thomaz

Foi com muita tristeza que o Sindicato dos Engenheiros de Volta Redonda (SENGE-VR) recebeu, nesta segunda-feira, dia 22, a notícia sobre o falecimento do engenheiro Renato Frota de Azevedo, o primeiro profissional da classe contratado pela CSN. Renato se aposentou trabalhando no escritório da empresa em Nova York. No total, foram 38 anos desenvolvendo atividades na CSN.

Renato, que tinha 96 anos e foi enterrado no cemitério Portal da Saudade, faleceu em função de uma complicação no quadro de pneumonia. O engenheiro deixou com muitas saudades a esposa, três filhos, seis netos e quatro bisnetos.

Renato Dietrich de Azevedo, filho do engenheiro, em entrevista à mídia local, falou sobre o seu pai. “Quando ele chegou aqui, não havia nada além do início da construção da CSN. Meu pai também foi um dos fundadores e presidente do Rotary Club. De todos que começaram com esse projeto, apenas ele ainda estava vivo. Ele se orgulhava muito dos planos que viraram realidade através de sua direção no Rotary, principalmente dos objetivos relacionados à educação”, disse.

Para o engenheiro e presidente do SENGE-VR, João Thomaz, esta foi uma grande perda. “Com certeza o mundo perdeu uma excelente pessoa. Renato não era só um grande profissional, mas um ser humano nobre, que lutava para melhorar a qualidade de vida de muitos, como a escola no bairro Água Limpa, pela qual ele lutou por investimentos para a implementação”, lembrou Thomaz. “Renato dedicou tantas horas à engenharia e desenvolvimento da Usina Presidente Vargas e sabia dividir esse conhecimento com a questão social”.

“Seu maior exemplo é que, mesmo ocupando altos cargos na companhia, sempre procurou agir com respeito aos trabalhadores, democratizando seu conhecimento e transformando o local de trabalho em um ambiente de respeito e desenvolvimento industrial. Sua vida vai deixar saudades em nossos corações e que seus filhos e netos continuem sua história”, finalizou João.

O presidente do SENGE-VR, João Thomaz, e toda a equipe do Sindicato deseja que neste momento difícil, a família do engenheiro Renato possa ser amparada pelos amigos, familiares e pelas bênçãos de Deus.

Segunda, 29 Julho 2013 00:00

Livro aborda o setor elétrico brasileiro