UFF promove ação em defesa do ensino público em praças de Niterói

A Universidade Federal Fluminense integrará, no mês de maio, uma série de ações em prol da universidade pública gratuita, inclusiva e de alta qualidade. Há uma ampla corrente de manifestação de solidariedade que envolve a comunidade interna e familiares, bem como a sociedade em geral, entidades civis, jornalistas, artistas e personalidades. Neste mês de maio, é hora de mostrar para a sociedade o impacto e o valor das atividades desenvolvidas nas universidades públicas. Para isso, contamos com a participação de todos!

Começa dia 08 com atos convocados pelos estudantes e entidades. No dia 15, haverá ampla agenda de mobilização nacional. Na sequência, a administração da Universidade Federal Fluminense organizará o “UFF nas Praças” nos dias 22 e 25 de maio. Essa atividade busca levar os serviços de atendimento gratuito, ações extensionistas e de divulgação científica e tecnológica para locais de grande circulação de pessoas. A ideia é mostrar os benefícios sociais diretos da universidade pública, enfatizando seu caráter transformador tanto das histórias pessoais quanto do desenvolvimento nacional. É hora de mostrar a universidade aberta, vibrante, com muita vida e disposição.

Educação é um investimento. A atuação da Universidade Federal Fluminense traz ganhos que vão muito além da formação de profissionais de alta qualidade. Isso se dá por meio de diversas ações que, em primeiro lugar, desoneram o Estado da prestação de serviços à população e, em segundo, contribuem com pesquisas para a produção de patentes, políticas públicas e geração de valor em diversas áreas.

A UFF é uma instituição gigante, composta por pessoas que se congregam na pluralidade. Por isso, um evento como este se caracteriza pela coletividade dos projetos. Convocamos diretores, pró-reitorias, técnico-administrativos, estudantes e professores a colaborarem com a organização do evento e com a participação de projetos de pesquisa, extensão, inovação e inserção no mercado. Fazemos um apelo especial para a comunidade acadêmica dos campi de expansão da UFF para ampliar o evento para além de Niterói.

Você integra um projeto interessante vinculado à UFF e quer participar desta ação? Preencha esse formulário para manifestar interesse em participar do UFF nas Praças. As inscrições vão até dia 15 de maio.

Em caso de dúvidas, entre em contato com a professora Geralda Marques através do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Serviço

UFF nas Praças

  • Dia 22 de maio, quarta-feira, Praça Arariboia

  • Dia 25 de maio, sábado, Campo de São Bento

  • Entre 22 e 25 de maio, ações multicampi

 

Prof. Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, Reitor

Prof. Fabio Passos, Vice-Reitor

 

Em caso de dúvidas, entre em contato com a professora Geralda Marques através do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Fonte: Superintendência de Comunicação Social - UFF

Publicado em Notícias

 

Pouco usado ainda no Brasil, material recupera a infiltração de água no solo, reduz as ilhas de calor nos centros urbanos e diminui também o impacto das enchentes

Aluno da UFF desenvolve concreto permeável sustentável

Concreto permeável. Foto: Divulgação


Lucas Menegatti, aluno de engenharia civil da Universidade Federal Fluminense (UFF) desenvolveu, em seu projeto de conclusão de curso, um concreto permeável sustentável. O material é capaz de “recuperar a infiltração do solo, diminuir o impacto de enchentes e ainda reduzir o efeito das ilhas de calor nos centros urbanos.”

"O concreto permeável é um concreto que permite a passagem de água e ar através de sua estrutura. A ideia é ter um material mais sustentável. Ele pode ser aplicado em superfícies de pavimentação, pode ser utilizado por exemplo em calçadas, estacionamentos, ruas com tráfego menor e decks de piscina. Várias utilizações em que ele possa receber a água da chuva e evitar que ocorra um maior escoamento superficial, evitando também enchentes em grandes centros urbanos", esclarece o aluno.

O material pode ser considerado um tipo de pavimentação sustentável, ainda com pouco estudo no Brasil e um material relativamente novo de utilização no mercado. A diferença desse concreto é que tem pouca ou nenhuma adição de areia, sendo em geral feito basicamente de brita, cimento e água. Segundo Lucas, a ideia inicial foi contribuir para essa formação de literatura sobre o assunto. O próximo passo, segundo ele, é estudar algumas propriedades desse concreto em relação a mistura para melhorar o desempenho.

 

FONTE: RÁDIO EBC

Publicado em Notícias