Cerimônia de posse da nova diretoria do SEA-RN

Ocorrerá nesta terça-feira (30/10), às 18h, na sede do CREA-RN, a cerimônia de posse da nova diretoria do SEA-RN. O novo conselho foi eleito no dia 17/10 para gestão de outubro de 2018 a outubro de 2022. "Após 5 anos da reunião que marcou, no mesmo CREA, a decisão de não fechar o sindicato e reorganizá-lo, mostramos a necessidade de continuar resistindo aos retrocessos, decidindo, mais uma vez, por não extinguir o sindicato. Reconhecemos nossas vitórias ao longo desse tempo, como a recuperação do nosso espaço dentro do conselho, dentro da sociedade, muitas vezes reivindicando as vagas tiradas de engenheiros agrônomos em concursos públicos. Sem o sindicato, não teríamos essas vitórias.", afirmou o engenheiro agrônomo e ex-presidente do SEA-RN, Francisco Joseraldo Medeiros do Vale.

Nova Diretoria 

Presidente: Jailson Damasceno Bezerra

Vice-presidente: Lindalva Dantas Barreto Nobre

Primeiro Secretário: Silvana Patrícia Fernandes Soares da Silva

Segundo Secretário: Obdon Fernandes de Oliveira Neto

Primeiro Tesoureiro: Francisco Joseraldo Medeiros do Vale

Segunda Tesoureiro: Marcírio de Lemos

Conselho Fiscal – Efetivos:

Francisco Auricélio de Oliveira Costa

Cláudio José Barbosa Pinto

Sebastião José de Arruda Junior

Conselho Fiscal – Suplentes:

Sergio de Mello Braga

Wedson de Lima Tôrres



Endereço do CREA-RN: Av. Sen. Salgado Filho, 1840 - Lagoa Nova, Natal - RN, 59056-000 (Próximo ao Portugal Center)

 

Fonte: SEA-RN

Publicado em Notícias
Quinta, 04 Outubro 2018 15:48

SEA-RN elege nova diretoria

No dia 17/08, o Sindicato dos Engenheiros Agrônomos no Estado do Rio Grande do Norte (SEA-RN) realizou seu processo eleitoral para nova diretoria. As eleições ocorrem a cada 4 anos.

O engenheiro agrônomo e ex-presidente do SEA-RN, Joseraldo do Vale, afirmou a importância da direção sindical. “Ser dirigente sindical e atuar com o sindicato, não é só atuar na garantia dos direitos trabalhistas, mas também dentro do sistema CONFEA/CREA/MÚTUA e dentro da universidade para garantir a qualidade do ensino.”, afirmou o ex-presidente.

Foi eleita para próxima gestão de outubro de 2018 a outubro 2022 a seguinte diretoria: Presidente: Jailson Damasceno Bezerra; Vice-presidente: Lindalva Dantas Barreto Nobre; Primeiro Secretário: Silvana Patrícia Fernandes Soares da Silva, Segundo Secretário: Obdon Fernandes de Oliveira Neto, Primeiro Tesoureiro: Francisco Joseraldo Medeiros do Vale, Segunda Tesoureiro: Marcírio de Lemos Conselho Fiscal – Efetivos: Francisco Auricélio de Oliveira Costa; Cláudio José Barbosa Pinto; Sebastião José de Arruda Junior; Conselho Fiscal – Suplentes: Sergio de Mello Braga; Wedson de Lima Tôrres.

SEA-RN elege nova diretoria

Publicado em Notícias
Segunda, 29 Maio 2017 13:33

SEA-RN realiza encontro estadual

O Encontro Estadual de Engenheiras e Engenheiros Agrônomos do Rio Grande do Norte, que aconteceu nos dias 18/5 e 19/;05, com inicio no CREA-RN, e 19/05 teve inicio no dia 18/05 no CREA-RN e continuação 19/05 no auditório do Hotel Monza,  teve como objetivo a definição de propostas para a engenharia e a sociedade para o 11º Congresso Nacional de Sindicatos de Engenheiros (Consenge) e a eleição de delegados representantes do estado. A mesa foi composta pelo presidente do Sindicato dos Engenheiros Agrônomos no Estado do Rio Grande do Norte (SEA-RN), Joseraldo do Vale; do presidente do CREA-RN, Modesto dos Santos Filho; da diretora da Fisenge e presidente do CREA-PB, Giucélia Figueiredo; da presidenta da INEA, Silvana Patrícia Fernandes; do diretor da Mútua-RN, José Edgar Gomes Júnior; e do presidente do CREA-PR Joel Krüger.

O primeiro tema, “Proteção Social e do Trabalho”, que teve como subtema as “Transformações do Mundo do Trabalho”, contou com a presença dos auditores fiscais do trabalho, Luis Antônio Medeiros de Araújo e Calisto Torres Neto. O segundo tema, “O Desenvolvimento e a Soberania Nacional”, teve como subtema “Recursos naturais e serviços públicos como fatores de soberania nacional” e como expositores o engenheiro agrônomo e coordenador do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piranhas, José Procópio de Lucena, e o engenheiro agrícola e professor da Universidade Federal de Campina Grande, Jógerson Pinto Gomes Pereira.

Segundo a diretora e representante da Fisenge no encontro, Giucélia Figueiredo, as temáticas adotadas no debate mostram a necessidade de reafirmação das lutas na defesa dos direitos, especialmente em um momento de aguçamento da crise política. “Houve um processo de reafirmação do tema central do Consenge, que é ‘Em defesa da engenharia e da soberania nacional’. Quero registrar a participação positiva dos profissionais, das entidades de trabalhadores rurais, dos estudantes, que deram a tônica combativa às atividades do encontro estadual”, afirmou.

SEA-RN realiza encontro estadual

O evento foi importante também para concretizar mais uma vitória das mulheres engenheiras: a paridade na eleição dos delegados representantes do estado. De acordo com a tesoureira do SEA-RN, Lindalva Dantas, foi uma conquista. “Nosso sindicato é formado, majoritariamente, por homens. Mas nós não precisamos nem reivindicar, a decisão partiu deles. Eles optaram por abolir os 40% obrigatórios e incluir mais mulheres para que se alcançasse a paridade nos representantes. Inclusive, estamos levando dois estudantes também, um homem e uma mulher”.

O presidente do SEA-RN, Joseraldo do Vale falou que o debate foi muito rico por conta da diversidade de entidades, estudantes e profissionais participantes. “Tivemos a presença de auditores fiscais do trabalho, que falaram sobre a proteção social e do trabalho, um dos nossos temas para o Consenge. As transformações do mundo do trabalho têm aprofundado a precarização das relações de trabalho. Precisamos fortalecer o enfrentamento a estas práticas, manter a fiscalização e a luta”, enfatizou. A data do encontro marcou os 39 anos da fundação do sindicato. “Mais do que comemorar, é preciso planejar, organizar e mobilizar. Precisamos nos programar para ir à luta e garantir os direitos em defesa da engenharia e os direitos da nossa categoria”, concluiu Joseraldo.  

Publicado em Notícias

Representantes dos trabalhadores de diversos setores, entidades, centrais, federações e sindicatos estiveram presentes da Reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos da Classe Trabalhadora e em Defesa da Previdência Social, na última terça-feira, com o senador Renan Calheiros na liderança do PMDB, e a senadora Katia Abreu. Joseraldo do Vale, presidente do Sindicato dos Engenheiros Agrônomos do Rio Grande do Norte que representou a Fisenge, diz que a reversão do quadro no Senado vai depender das mobilizações da população brasileira.  “Com a terceirização, eles já rasgaram a CLT. A senadora Katia Abreu e o senador Renan Calheiros estão dispostos a ajudar, hoje teremos uma reunião da comissão mista para discutirmos o encaminhamento sobre as propostas. Não podemos ter grandes perspectivas ainda”, afirmou.

Em reunião em Brasília, presidente do SEA-RN afirma que mobilização da população é fundamental para barrar as reformas

Em reunião em Brasília, presidente do SEA-RN afirma que mobilização da população é fundamental para barrar as reformas

Publicado em Notícias

O Sindicato dos Engenheiros Agrônomos no Estado do Rio Grande do Norte (SEA-RN) realizou, na Expofruit - Feira Internacional da Fruticultura Tropical Irrigada 2016, o lançamento do caderno especial da Fisenge em comemoração aos 50 anos do Salário Mínimo Profissional. O evento aconteceu em Mossoró/RN, entre 21 e 23 de setembro. Confira os registros:

(Fotos: Isadora Mendes)

SEA-RN lança caderno da Fisenge dos 50 anos de Salário Mínimo Profissional em feira internacional de fruticultura

SEA-RN lança caderno da Fisenge dos 50 anos de Salário Mínimo Profissional em feira internacional de fruticultura

SEA-RN lança caderno da Fisenge dos 50 anos de Salário Mínimo Profissional em feira internacional de fruticultura

 

Publicado em Notícias


Foi realizada, no dia 16/5, uma assembleia, no Sindicato dos Engenheiros Agrônomos do Rio Grande do Norte (SEA-RN), com o objetivo de construir pauta unificada de reivindicações da campanha salarial 2016, para a negociação com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Entre os itens aprovados estão: adicional de ART pela responsabilidade técnica das unidades de armazenamento e/ou serviços da empresa; o fornecimento de Equipamento de Proteção Individual (EPI) e a garantia de representação sindical na empresa. De acordo com o presidente do SEA-RN, o engenheiro agrônomo Joseraldo do Vale, a assembleia representou uma vitória para a organização da categoria no estado. “A Conab possui práticas de precarização do trabalho dos profissionais que, hoje, estão submetidos a desvio de função. Muitos engenheiros estão exercendo atividades além do papel de supervisão e orientação profissional, por falta de pessoal nas unidades para realizar o controle de pragas nos grãos armazenados e falta de motorista que não são funções do engenheiro e nem recebe os adicionais devidos para tal”, disse Joseraldo. Em relação ao cumprimento do Salário Mínimo Profissional (SMP), a empresa é seletiva em seu pagamento de acordo com ações judiciais. Parte dos engenheiros recebe o disposto em lei e parte recebe abaixo do SMP. Outra constatação é a prática da empresa para postergar a negociação. “Formulamos um planejamento, com o objetivo de antecipar as assembleias e pressionar a direção da empresa para a marcação das rodadas de negociação coletivas. Os engenheiros estão mobilizados para garantir o fortalecimento e a atuação da Conab, que antecede a própria decisão de plantar antes do cultivo e se estende até depois da comercialização, na fase do abastecimento e da segurança alimentar até chegar à mesa dos brasileiros. Para isso, necessitamos de uma negociação dos direitos coletivos de todas as categorias da empresa sem esquecer de direitos específicos dos engenheiros, que não estão sendo respeitados e são fundamentais para atuação da empresa cumprir seu papel”, pontuou o engenheiro agrônomo, Joseraldo do Vale, presidente do SEA-RN. A data-base da negociação da Conab é 1º de setembro.

SEA-RN: Engenheiros agrônomos aprovam proposta de pauta unificada de negociação com Conab

 

Publicado em Notícias

O Sindicato dos Engenheiros Agrônomos do Rio Grande do Norte (Sea-RN) esteve presente, no dia 10 de março, na recepção dos alunos do curso de Agronomia da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Na ocasião, o presidente do sindicato, Joseraldo do Vale, falou sobre o profissional engenheiro agrônomo, enfatizando a importância da união da categoria e do aperfeiçoamento profissional.

Sea-RN realiza palestra para novos estudantes de agronomia

Fonte: Sea-RN

Publicado em Notícias

SEA-RN conquista revogação de portaria que excluía engenheiros agrônomos

Foi revogada, na última sexta-feira (11/12), a portaria nº 116/2014, que retirava atribuições de engenheiros agrônomos no exercício profissional como responsável técnico de estabelecimentos no Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (IDIARN). Graças à articulação do Sindicato dos Engenheiros Agrônomos no Estado do Rio Grande do Norte (SEA-RN), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-RN) e Associação Norte-Rio-Grandense dos Engenheiros Agrônomos (Anea), o procurador do Estado entendeu pela revogação da Portaria 116/2014, que criava uma reserva de mercado aos médicos veterinários e contrariava a legislação federal. Na prática, os engenheiros agrônomos e outras engenharias ligadas às áreas de alimentos como pesca, alimentos, produção, química e tecnólogos em laticínios estavam sendo prejudicadas, não podendo atuar nas empresas e agroindústrias com produção de alimentos de origem animal. “Essa portaria causou drásticas consequências como demissão de engenheiros, mas com a mobilização da categoria e a articulação das entidades conseguimos reverter essa decisão do IDIARN. Vitória dos profissionais e da sociedade”, afirmou o presidente do SEA-RN, Francisco Joseraldo Medeiros do Vale.

De acordo com a portaria, seria competência privativa dos médicos veterinários: "a responsabilidade técnica sob o ponto de vista sanitário, higiênico e tecnológico dos matadouros, frigoríferos, fábricas de conservas de carne e pescado, fábricas de banha e gorduras em que se empregam produtos de origem animal, usinas e fábricas de laticínios, entrepostos de carne, leite, peixe, ovos, mel, cera e demais derivados da indústria pecuária e, de um modo geral, quando possível, de todos os produtos de origem animal no locais de produção, manipulação, armazenagem e comercialização".

O presidente do SEA-RN, Francisco Joseraldo Medeiros do Vale, ainda destaca a importância da publicação da Portaria 051/2015, na última sexta-feira (11). O documento revoga os efeitos da Portaria 116/2014 que concedia somente aos veterinários a responsabilidade técnica dos estabelecimentos que produziam alimentos de origem animal. “Com essa restrição não era somente os engenheiros agrônomos que estavam sendo prejudicados, mas várias categorias de profissionais”, ressaltou.

Publicado em Notícias

O Sindicato dos Engenheiros Agrônomos do Estado do RN - (SEA/RN) vem a público posicionar-se firmemente contrário aos termos das Medidas Provisórias nº 664 e 665/2014, que restringem direitos dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros, ao modificar as regras de acesso aos direitos históricos como a pensão por morte, o abono salarial, o seguro defeso e o seguro desemprego.
Chama a atenção que tais medidas tenham sido publicadas no dia 30 de dezembro/2014, sem qualquer consulta ou discussão com a sociedade brasileira em especial com as entidades sindicais, visando impedir o seu debate, face à natural desmobilização de toda a sociedade devido aos festejos de fim de ano. Ao adotar esta prática, o governo Dilma Rousseff age como nos governos conservadores na tentativa de desmobilizar as reações em torno de medidas antipopulares, tentando criar a ideia de “fato consumado” sobre suas ações.

Após uma campanha presidencial extremamente acirrada, em que a questão da manutenção dos direitos previdenciários e trabalhistas esteve no centro dos debates, com um claro posicionamento da candidata Dilma Rousseff de que não mexeria nos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras para o enfrentamento da conjuntura econômica, as medidas tomadas mostram um retrocesso e geram desconfiança quanto aos compromissos assumidos que, como sempre aconteceu no passado, o governo exigirá que os trabalhadores e trabalhadoras “paguem a conta” de qualquer dificuldade econômica, mantendo inalterados os elevados ganhos e lucros da classe dominante.

O SEA/RN esta pronto ao diálogo para tratar dos problemas que envolvem as políticas da Seguridade Social e sempre se colocará contrário a toda e qualquer forma de fraude ou de irregularidade, as quais, ao final, acabam trazendo graves prejuízos ao conjunto dos trabalhadores e trabalhadoras, que dependem diretamente dessas políticas nos momentos em que se encontram nas situações de maior vulnerabilidade. Para o SEA/RN, as medidas adotadas criam problemas sociais graves ao invés de ajudar a resolvê-los.

Esperamos que a presidenta Dilma estabeleça um espaço de debate com as entidades representativas da classe trabalhadora e reveja imediatamente as medidas tomadas para que os trabalhadores e trabalhadoras não sejam prejudicados nos seus direitos.

DIREÇÃO DO SINDICATO DOS ENGENHEIROS AGRÔNOMOS DO RIO GRANDE DO NORTE

Publicado em Notícias