Participe da palestra gratuita “O Setor Fotovoltaico Capixaba” e saiba das oportunidades desse mercado em franca ascensão no Estado. O evento será realizado no dia 14/3 em São Mateus, de 19h às 21h.

CLIQUE AQUI e faça sua inscrição!

Mercado

Em 2013 havia apenas duas unidades de microgeração no Espírito Santo. Nos últimos cinco anos as instalações de energia solar cresceram 25.700% no Estado. Atualmente, em um universo de 1,7 milhões de produtores de energia, o Estado possui 771 imóveis residenciais, comerciais e industriais que geram energia solar por meio do sistema integrado à rede da EDP, a chamada microgeração distribuída – juntos esse imóveis geram 3.793 KW por mês.

A necessidade de uma política estadual para incentivar a microgeração de energia solar fotovoltaica deu um importante passo neste ano. Desde março o Estado aderiu ao convênio 16/2015, do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que permite isenção do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) para os produtores de energia fotovoltaica. Em suma, agora os capixabas não pagam impostos sobre uma energia que produzem em suas próprias casas, o que aumenta ainda mais as vantagens de aderir a microgeração de energia.

Instrutor: Pedro Pacheco Bacheti
Engenheiro formado em Engenharia Elétrica pelo Instituto Federal do Espírito Santo, especialização em Projeto Controle e Execução de obras em Engenharia Elétrica e em Gestão de Projetos pelo Instituto de Pós Graduação – IPOG, trabalhou no desenvolvimento de soluções em automação pela ZARUC Tecnologia, ministrou aulas para a UNIEST no curso de Engenharia Elétrica, ministrou aulas para a MULTIVIX unidade da Serra no curso de Engenharia de Controle e Automação e na unidade São Mateus para o curso de Pós Graduação em Engenharia da Manutenção, ministrou aulas para o MASTER no curso de Eletrotécnica, ministrou aulas para o IFES campus São Mateus no curso de Eletrotécnica. Foi idealizador e coordenador adjunto do Projeto de Extensão Instalações Elétricas Seguras no IFES. Fundou o PRÓ ENERGIA SOLAR ES, grupo que fomenta o setor fotovoltaico no estado e tem como missão tornar o Espírito Santo referência nacional nesta tecnologia. Hoje atua como diretor executivo da ESP Engenharia LTDA (www.engenharia.esp.br) empresa que fundou em janeiro de 2016 e que fornece soluções turnkey de eficiência energética, geração sustentável e projetos elétricos personalizados com perfil industrial, comercial e residencial.

Senge-ES promove palestra gratuita “O Setor Fotovoltaico Capixaba”

Fonte: Senge-ES

Publicado em Notícias

Participe da palestra gratuita “O Setor Fotovoltaico Capixaba” e saiba das oportunidades desse mercado em franca ascensão no Estado. O evento será realizado no dia 29/11 no auditório do Crea-ES, de 19h às 21h. Trata-se de uma realização da Esp Engenharia e tem o apoio do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Espírito Santo (Senge-ES), da Caixa de Assistência dos Profissionais (Mútua-ES), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES) e da Associação Capixaba de Engenheiros Eletricistas (ACEE).

CLIQUE AQUI e faça sua inscrição.

Mercado

Em 2013 havia apenas duas unidades de microgeração no Espírito Santo. Nos últimos cinco anos as instalações de energia solar cresceram 25.700% no Estado. Atualmente, em um universo de 1,7 milhões de produtores de energia, o Estado possui 771 imóveis residenciais, comerciais e industriais que geram energia solar por meio do sistema integrado à rede da EDP, a chamada microgeração distribuída – juntos esse imóveis geram 3.793 KW por mês.

A necessidade de uma política estadual para incentivar a microgeração de energia solar fotovoltaica deu um importante passo neste ano. Desde março o Estado aderiu ao convênio 16/2015, do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que permite isenção do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) para os produtores de energia fotovoltaica. Em suma, agora os capixabas não pagam impostos sobre uma energia que produzem em suas próprias casas, o que aumenta ainda mais as vantagens de aderir a microgeração de energia.

Instrutor: Pedro Pacheco Bacheti
Engenheiro formado em Engenharia Elétrica pelo Instituto Federal do Espírito Santo, especialização em Projeto Controle e Execução de obras em Engenharia Elétrica e em Gestão de Projetos pelo Instituto de Pós Graduação – IPOG, trabalhou no desenvolvimento de soluções em automação pela ZARUC Tecnologia, ministrou aulas para a UNIEST no curso de Engenharia Elétrica, ministrou aulas para a MULTIVIX unidade da Serra no curso de Engenharia de Controle e Automação e na unidade São Mateus para o curso de Pós Graduação em Engenharia da Manutenção, ministrou aulas para o MASTER no curso de Eletrotécnica, ministrou aulas para o IFES campus São Mateus no curso de Eletrotécnica. Foi idealizador e coordenador adjunto do Projeto de Extensão Instalações Elétricas Seguras no IFES. Fundou o PRÓ ENERGIA SOLAR ES, grupo que fomenta o setor fotovoltaico no estado e tem como missão tornar o Espírito Santo referência nacional nesta tecnologia. Hoje atua como diretor executivo da ESP Engenharia LTDA (www.engenharia.esp.br) empresa que fundou em janeiro de 2016 e que fornece soluções turnkey de eficiência energética, geração sustentável e projetos elétricos personalizados com perfil industrial, comercial e residencial.

Fonte: Senge-ES

Publicado em Notícias