Segunda, 24 Junho 2013 00:00

Trabalhadores da Eletrobras protestam com um dia de paralisação

No mesmo dia em que milhares de manifestantes protestaram em diversas capitais do país denunciando a má qualidade dos serviços públicos, o mau uso do dinheiro público, exigindo mais recursos para a saúde e a educação e contra a corrupção, também os eletricitários das empresas do Grupo Eletrobras protestaram paralisando suas atividades por um dia.

O protesto foi realizado no dia 17 de junho de 2013 e atingiu todas as empresas do grupo, contando com a adesão expressiva dos trabalhadores. Os serviços essenciais foram preservados pela organização do movimento, mas o alerta ao governo e aos gestores das empresas ficou evidente. Os trabalhadores cobram respeito ao processo de negociação na data-base em curso e exigem a manutenção dos direitos e benefícios que estão sendo ameaçados.

Transcorridos quase dois meses do inicio do período de data-base, a segunda rodada de negociação só vai acontecer no próximo dia 21 de junho em Brasília – DF. Os sindicatos que compõem a Intersul estarão representados na negociação nacional coordenada pelo Coletivo Nacional dos Eletricitários- CNE. As entidades representativas dos trabalhadores convocam à categoria para permanecer atenta às ações da campanha, pois estão previstas assembleias de avaliação da negociação nos dia 24 e 25 de junho em todo o Brasil.

As entidades sindicais reforçam que, não havendo avanços na negociação, a tendência é de que se intensifiquem as mobilizações e a greve por tempo indeterminado não está descartada.

Fonte: Intersul - Intersindical dos Eletricitários do Sul do Brasil