Terça, 13 Agosto 2019 16:46

Senge-RJ: Filme traz depoimentos de militantes da resistência latino-americana

El Pueblo que Falta reúne depoimentos de ativistas do Brasil, Argentina, Chile e Peru, e será exibido dia 15, às 18h, na sede do Senge-RJ. Entrada gratuita.

Senge-RJ: Filme traz depoimentos de militantes da resistência latino-americana

Na próxima quinta-feira (15), às 18h, o Cinema de Resistência apresenta El Pueblo que Falta. O filme trata da violência de Estado na América Latina a partir de depoimentos de ex-militantes políticos e ativistas de organizações de direitos humanos da Argentina, Brasil, Chile e Peru. “Como resistir face a um poder absoluto desmesurado? Como atravessar a contínua e regular violência de Estado? Onde os companheiros para a travessia em direção ao porvir”? São algumas das questões que percorrem o filme em primorosa montagem, na qual não falta a força da poesia de resistência. No árido cenário, o resgate de quem foi testemunha da face orgulhosa dos que tombaram heroicamente pela democracia e pela soberania nacional. Entre eles, o brasileiro Carlos Eugênio, músico, escritor e militante da ALN, que nos deixou recentemente em meio a grandes homenagens dos que permanecem na luta.
 
Dois jovens cineastas assinam o trabalho: André Queiroz, diretor confirmado para a apresentação da próxima quinta-feira, 15 de agosto, é professor do Instituto de Arte e Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense, escritor e documentarista; em parceria com Arthur Moura, graduado em História pela Universidade Federal Fluminense e mestre em Educação pela UERJ. Os dois dirigiram, além do El Pueblo Que Falta, o longa Araguaia Presente, que aborda o processo histórico político dos anos 60, que culminou em nosso país no golpe civil militar, em 1964.
 
Atualmente estão envolvidos com a produção do longa O Caminho Fica Longe. O novo projeto traz o encontro de um dos mais importantes fotógrafos brasileiros, João Roberto Ripper, com comunidades quilombolas tradicionais que vivem do extrativismo na Serra do Espinhaço, em Minas Gerais, e as fortes tensões que as cercam.
 
O Cinema de Resistência é um projeto cultural do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro (Senge-RJ), que exibe quinzenalmente documentários sobre episódios da luta popular. A exibição, seguida de debate, acontece na sede do Senge-RJ, na av. Rio Branco, 277/17º andar, no Centro (estação Cinelândia do Metrô). Entrada gratuita.
 
Fonte:  Senge-RJ