Terça, 18 Novembro 2014 16:49

Fisenge promove ato de apoio à candidatura de Luduvice

 

Ética e transparência. Este foi o coro afirmado, no dia 5/11,pelas entidades de classe durante o ato de apoio à candidatura do engenheiro, Henrique Luduvice para a presidência do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea). Promovido pela Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge), o ato contou com a participação de diversas lideranças políticas, presidentes de sindicatos e de Creas; além de candidatos. A mesa de abertura contou com o candidato Henrique Luduvice; com o presidente da Fisenge, Clovis Nascimento; e com o presidente do Crea-PE, José Mário de Araújo.

"Nossa candidatura tem o objetivo de construir coletivamente um outro projeto para o Confea, que seja expressão da área tecnológica e da sociedade brasileira", conclamou Luduvice. O presidente da Fisenge, Clovis falou sobre o anacronismo pelo qual o Sistema Confea/Creas vem passando. "Dois projetos para o Confea estão em jogo. Um comandado pelo continuísmo do retrocesso. E outro balizado por uma transformação radical no Sistema. Isso significa fortalecimento da democracia interna e das entidades de classe", ressaltou Clovis. Já a diretora licenciada da Fisenge e candidata à reeleição para a presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PB), Giucélia Figueiredo destacou a importância da mobilização. "A sociedade e a engenharia merecem outro Sistema. Para essa mudança radical, precisamos, juntos, visitar cada local de trabalho, dialogar com cada profissional e, principalmente, coragem para lutar por nossas ideias", afirmou.

Além da convocação por uma verdadeira transformação no Sistema Confea/Creas, os presentes denunciaram as arbitrariedades da decisão plenária PL-nº0020/2014, que impugnou as candidaturas atendendo a interesses escusos. "O apoio a Luduvice é um apoio de coerência. Isso porque precisamos de um Conselho que responda por um desenvolvimento nacional. É lamentável que existam processos escusos nas eleições", disse José Mário. Ao final, todos e todas se engajaram na campanha #ÉticaNaEngenharia, por meio de um ensaio fotográfico.