Segunda, 08 Julho 2019 12:06

Senge-PR: Governo do Paraná deve apresentar nova proposta antes do ato unificado

Servidores não aceitam retirada de direitos

Senge-PR: Governo do Paraná deve apresentar nova proposta antes do ato unificado

Foto: Leandro Taques

O governo do Paraná deve apresentar uma nova proposta na segunda-feira (8) referente a data-base do funcionalismo público. A data foi confirmada em um encontro dos representantes dos trabalhadores com na Casa Civil e que contou com a presença de deputados. A nova proposta ocorre um dia antes do 2o ato unificado dos servidores públicos, marcado para o dia 9 de julho. A primeira sugestão apresentada pelo governador foi rejeitada e a greve segue mantida.

Na conversa com o governo, as lideranças do Fórum das Entidades Sindicais FES e de associações e sindicatos das polícias civil e militar confirmaram que os servidores não aceitam os 0,5% a partir de outubro, anunciados pelo governador à imprensa na última terça (2). As lideranças enfatizaram que aguardam uma “proposta decente” e que também não negociam retirada de direitos.

A proposta do governo foi feita assim:

0,5 % pra esse ano
1,5 % pra 2020
1,5 % pra 2021 condicionado a crescimento de 6,5% da RCL
1,5 % pra 2022 condicionado a crescimento de 7% da RCL

De acordo com o DIEESE, a  Receita Corrente Líquida de 2019 apresentou um incremento de 1,71% no acumulado do ano (até abril) em relação ao mesmo período de 2018, já no acumulado dos últimos 12 meses (maio/2018 a abril/2019) em relação ao mesmo período anterior (maio/2017 a abril/2018) a Receita Corrente Líquida cresceu 4,88%.

 

Fonte: Senge-PR