Segunda, 25 Março 2019 12:05

Senge-BA: Em Campanha Salarial, engenheiros e arquitetos municipais pleiteiam implantação da GERT

A gratificação é ao desempenho de atividades devidamente registradas através de ARTs e RRTs

 Os engenheiros e arquitetos servidores da Prefeitura de Salvador estão em processo de Campanha Salarial 2019; um dos principais eixos da Campanha, é a implantação da GERT (Gratificação de Execução e Responsabilidade Técnica), uma reivindicação histórica das categorias.

A GERT seria calculada mensalmente considerando a produtividade de cada profissional; para tanto, teria como base a emissão das Anotações de Responsabilidade Técnica (ART), no caso dos engenheiros, ou Registros de Responsabilidade Técnica (RRT), no caso dos arquitetos, documentos rotineiramente exigidas pelos respectivos Conselhos de Classe: Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) e Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) para a execução de atividades profissionais. Uma minuta do Projeto de Lei que regulamentaria a gratificação já foi elaborada pela Asmea – Associação dos Servidores Municipais Engenheiros e Arquitetos de Salvador.

De acordo com Ronald Silva, vice-presidente da Asmea, a ideia de vincular a GERT a resultados efetivos é o diferencial da proposta, que vai além de simples aumento salarial, mas seria um incentivo para todos os profissionais  comprometidos e atuantes: “a vantagem com isso é que você motiva as pessoas e também vincula a responsabilidade de fato aos trabalhos; além disso, evita uma possível aposentadoria de profissionais com grande experiência”, explica. “Existem então ganhos e retornos para o servidor, para a gestão e para a sociedade, pois a GERT vai remunerar de fato aqueles que  atuam no crescimento da cidade”.

Como próximo passo, no dia 28 de março, a Asmea irá realizar uma apresentação do Projeto de Lei ao Secretário de Gestão do município, Thiago Martins Dantas. O Senge-BA e o Sinarq-BA acompanham a atividade.

IMG_5799

Fonte: Senge-BA