Sexta, 25 Janeiro 2019 13:11

Com 65 processos em pauta Confea realiza sessão plenária nº 1483

plena1483_mesa

Comandados pelo presidente Joel Krüger, os trabalhos da sessão plenária nº 1483, do Confea, começaram na manhã da quinta-feira (24). Com 65 processos, a pauta foi aberta com a apresentação de quatro processos aprovados em Ad Referendum. Referendados pelo plenário, foram aprovadas:  a distribuição dos recursos orçamentários do Prodesu (Programa de Sustentabilidade dos Creas) para todos os Creas, num total de R$ 17.975.mil sendo R$ 4.275 mil oriundos dos Regionais e R$ 13.700 milhões  do Confea.

A posição da Cais (Comissão de Assuntos Institucionais), com relação a quatro projetos de lei teve a concordância do plenário para apoiar os seguintes PLs: Projeto de Lei nº 8.325/14 (529/2013 na origem), que institui o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico dos Minerais de Elementos Terras Raras e à Criação de Cadeia Produtiva (PADETR); Projeto de Lei nº 3065/2015, que dispõe sobre a regulamentação do exercício das profissões e Projeto de Lei nº 3065/15, que dispõe sobre a regulamentação do exercício das profissões de Analista de Sistemas. A Assessoria Parlamentar (Apar) deve preparar uma agenda para visitar parlamentares e solicitar aprovação. 

Entre outros processos, a Conp (Comissão de Organização, Normas e Procedimentos), com relatos apresentados pelo conselheiro André Schuring, obteve aprovação do registro do curso de Georreferenciamento, na União Educacional do Norte  (Uninorte), no Acre.  
À tarde, os conselheiros que integram o Conselho Diretor, a Comissão Eleitoral e a do Mérito se reúnem. A plenária será retomada amanhã (25).

Expectativas

Na ocasião, os conselheiros ainda comentaram sobre as perspectivas para este ano. Para o conselheiro federal eng. civ. Carlos Eduardo Vilhena, o clima é harmonização em prol das profissões. “Acho que o clima de harmonia contribui para o empenho de todos  visando o melhor para as profissões abrangidas pelas profissões que integram o Sistema Confea Crea. Esperamos solucionar as pendências existentes no Sistema para atender melhor os profissionais”.

Para o conselheiro eng. civ. André Luiz Schuring, “as expectativas são as maiores e melhores possíveis, até em função da união do Conselho em torno da Engenharia, das profissões que integram o Sistema. Afinal o Conselho tem a missão de manter o país na vanguarda da tecnologia. Este ano também pretendemos trabalhar a federalização do plenário do Confea para que todos os estados estejam devidamente representados”.

O conselheiro e também chanceler da Comissão do Mérito eng. prod. mec. Zerisson De Oliveira Neto falou dos trabalhos para 2019. “Nesse segundo ano à frente da Comissão do Mérito espero inovar ainda mais a homenagem que foi um sucesso na Soea de Alagoas. Em relação aos trabalhos na 
Casa, vamos intensificar a abordagem junto aos parlamentares para que projetos de interesse das nossas profissões sejam apreciados no Congresso”

 

Fonte: Maria Helena de Carvalho e Fernanda Pimentel
Equipe de Comunicação do Confea

Fotos: Mark Castro/Confea