Sexta, 25 Abril 2014 00:00

Santo André sedia evento internacional “Ditaduras no Cone Sul – 50 anos depois”

Estão abertas as inscrições para o evento internacional "Ditaduras no Cone Sul - 50 Anos Depois", que reunirá expressivos testemunhos de lutadores sociais do Continente, entre 9 e 11 de maio, no Teatro Municipal de Santo André.
TESTEMUNHOS - Já confirmaram presença pessoas que sobreviveram e combateram as ditaduras que infelicitaram a região, como o legendário símbolo da resistência peruana, Hugo Blanco; Carlos Caszely, o mais popular jogador da seleção chilena - que se negou a apertar a mão de Pinochet; Hildegard Angel, filha de Zuzu Angel e mãe de Stuart Angel Jones, dirigente do Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR8); Criméia de Almeida, da guerrilha do Araguaia, presa e torturada mesmo grávida de oito meses; João Vicente Goulart, filho do presidente João Goulart; senador paraguaio Sixto Pereira, ligado à resistência e ao movimento camponês do Paraguai; Oscar Olivera, dirigente sindical boliviano da resistência; Jose Lara Castro, ex Ministro de Relações Exteriores do Paraguai e membro da Comissão da Verdade e Justiça; Pascal Allende, sobrinho do presidente Salvador Allende e dirigente do MIR (Movimento de Esquerda Revolucionária); e o ex-presidente da República do Paraguai, Fernando Lugo.
OPERAÇÃO CONDOR - O evento contribuirá para uma reflexão crítica a fim de evitar que fatos semelhantes nunca mais voltem a acontecer, trazendo à tona a promiscuidade dos militares do Cone Sul com o governo de Washington. Tais relações ficaram evidenciadas na Operação Condor, quando oficiais dos EUA assessoraram as Forças Armadas da região na perseguição, tortura e desaparecimento de milhares de operários, camponeses, intelectuais, artistas e escritores.
São esperados também Pepe Mujica, presidente da República Oriental do Uruguai, Luiz Inácio Lula da Silva, ex presidente do Brasil; Daniel Viglietti, compositor e cantor Uruguaio; Frei Betto, escritor; Loyola Guzman, ex guerrilheira boliviana que lutou com Che Guevara; Ivo Herzog, filho do jornalista assassinado Vladimir Herzog; Sergio Ricardo, compositor e cantor brasileiro; Adolfo Pérez Esquivel, prêmio Nobel da Paz, em 1980; Afonsinho, ex jogador de futebol; Joan Jara, viúva de Victor Jara entre outras personalidades.
Para homenagear as mães das pessoas que lutaram contra a ditadura será inaugurada uma exposição de fotos no dia 6 de Maio, no saguão do Teatro Municipal. O público vai poder conferir a exposição até o último dia do evento, no Dia das Mães.
Ditaduras no Cone Sul - 50 Anos Depois
Dia 9 de Maio - Abertura do Evento às 19h
Dias 10 e 11 a partir das 9h
Teatro Municipal de Santo André - Praça IV Centenário.
Mais informações acesse o site www.ditadurasnoconesul.com.br

Escrito por: SRI CUT