Nos dias 26 e 27 de maio, assédio moral, condições de trabalho e adoecimento serão temas de seminário realizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato), com apoio e participação do Senge-PR.

A atividade tem como objetivo aprofundar o debate em torno do assédio moral, passando pela definição do conceito, pelas formas de identificação, encaminhamentos e também pela prevenção.

Carlos Roberto Bittencourt, presidente do Senge, participa da mesa de abertura do encontro, ao lado de Hermes Silva Leão, presidente da APP, da Dra. Margareth Mattos, procuradora do Ministério Público do Trabalho (MPT) do Paraná, e Dr. Olympio de Sá Sotto Maior Neto, procurador do Ministério Público do Paraná. Já Eduardo Faria Silva, assessor do Senge e coordenador da Pós de Direito Constitucional e Democracia da Universidade Positivo, e João Luiz Arzeno da Silva, especialista em Direito Administrativo que assessora o sindicato, farão palestra ao longo da programação.

A ação ocorre no auditório da sede da APP-Sindicato em Curitiba, Avenida Iguaçu, nº 880, no Bairro Rebouças.

Programação

Dia 26/05/17 – (sexta-feira)

8h00 – Credenciamento

8h30 – Apresentação Áudio Visual

9h00 – Mesa de Abertura – Hermes Silva Leão (Presidente da APP-Sindicato), Carlos Roberto Bittencourt (Presidente – Sindicato dos Engenheiros do Pr.-SENGE), Dr. Olympio, Dra. Margareth Mattos.

09h30 – Assédio Moral – Conceito e Aspectos Legais

Palestrante: Eduardo Faria Silva – Advogado do (Sindicato dos Engenheiros do Pr.-SENGE) e Coordenador da Pós de Direito Constitucional e Democracia da Universidade Positivo.

10h10 – Sob Pressão – O Cotidiano da Escola

Palestrante: Juçara Maria Dutra Vieira, professora aposentada da rede pública do Rio Grande do Sul, doutora em educação pela Universidade de Brasília (2012). Ocupa-se, especialmente, das temáticas: valorização dos trabalhadores em educação; formação e carreira dos profissionais da educação; organização sindical; questões de gênero e políticas públicas para a educação.

11h00 – Debate

12h00 – Almoço

13h30 – Saúde e Trabalho

Palestrantes: Paulo de Oliveira Perna, professor assistente da Universidade Federal do Paraná no Setor de Ciências da Saúde- Departamento de Enfermagem e docente em cursos de especialização e residências da UFPR – Graduado em Enfermagem pela Universidade Federal do Paraná (1981) e mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000). Principais temas na área de Saúde Coletiva-Política Pública de Saúde, Estado e Sociedade, Saúde do Trabalhador, Controle Social e membro do Grupo de Pesquisa “Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva”-UFPR.

14h00 – Exposição de Experiências

Palestrantes: Paulo de Oliveira Perna (UFPR-NESC), Dr. João Luiz Arzeno da Silva – Especialista em Direito Administrativo – (SENGE), Dra Jane Salvador de Bueno Gizzi – Advogada do (Instituto de Defesa da Classe Trabalhadora – DECLATRA) Graduada em Direito em 1995 e pós-graduada pela Escola Superior de Magistratura do Paraná e em Direito Processual Civil pelo IBEJ, com mestrado em Direito pela (PUC-Pr) e especialista no tema Assédio Moral, Mário Sérgio (Diretor APP-Sindicato).

16h00 – Debates

18h00 – Confraternização

Dia 27/05/17 – (sábado)

8h30 – Apresentação do resultado do projeto de pesquisa “Identificação dos Processos Críticos Protetores e Destrutivos da Saúde dos Professores da Secretaria de Estado da Educação do Paraná”

Palestrante: Guilherme Souza Cavalcanti de Albuquerque, professor da Universidade Federal do Paraná. Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Paraná (1982), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Paraná (2001), doutorado em educação pela Universidade Federal do Paraná (2009). Participa do grupo de pesquisa NESC, na linha de pesquisa “Economia Política de Saúde”. Experiência na área de Medicina, com ênfase em Saúde Coletiva. Principais temas de estudo: determinação social do processo saúde doença, condições de vida e saúde, saúde e educação na sociedade capitalista, saúde do trabalhador e organização de sistemas e serviços de saúde.

10h00 – Oficinas – Elaboração da Matriz de Processos Críticos da Saúde dos Professores

13h00 – Almoço

14h00 – Plenária – Matriz de Processos Críticos da Saúde dos Professores

15h00 – Debate dos encaminhamentos gerais

17h00 – Encerramento

Publicado em Notícias

Nos próximos dias 2 e 3 de junho, a sede do Senge em Curitiba será palco do debate regional preparatório ao 11.º Congresso Nacional de Sindicatos de Engenheiros (Consenge). Todos os associados do Senge-PR, com mensalidades em dia, podem participar e trazer sua contribuição para o debate sobre as mudanças de cenário nacional, do atual processo político e das transformações do mundo do trabalho. A participação deve ser confirmada pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. até a próxima quarta-feira (31).

 No evento regional serão definidas as propostas dos profissionais de engenharia do Paraná para o debate nacional do Consenge sobre os eixos definidos para este ano: Proteção social e do trabalho – com os subtemas: organização e formação sindical; resistência social e sindical; e ensino da engenharia- e Desenvolvimento e a soberania nacional – com os subtemas: fortalecimento do estado brasileiro; políticas públicas com visão soberana de estado; e o papel da engenharia para o desenvolvimento sustentável.

 No dia 2 de junho (sexta-feira), o evento começará às 13h30 e vai até as 19 horas. No sábado (3), os debates, conduzidos com a participação de palestrantes que abordarão os temas “Resistência Social e Sindical” e “Políticas Públicas com Visão Soberana de Estado”, começarão às 8h30 e vão até as 18h30 com o encerramento do encontro estadual e a definição dos delegados que participarão do evento nacional.

 Principal fórum nacional de debate da entidade sobre temas sociais de interesse nacional junto aos profissionais de engenharia, o 11.º Consenge será realizado em Curitiba, entre os dias 6 e 9 de setembro. Realizado a cada três anos pela Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge) o evento tem a estimativa de público de 300 profissionais e lideranças sindicais. Confirme a sua presença no pré-Consenge até o dia 31 de maio (quarta-feira), pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo telefone (41) 3224-7536.

Publicado em Notícias

O papel do Senge na defesa dos engenheiros e a realidade do mercado profissional. Estes foram assuntos abordados na palestra com os alunos de engenharia mecânica da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Cerca de 40 acadêmicos assistiram nesta quarta-feira (24) a apresentação realizado pelo presidente do Senge, Carlos Roberto Bittencourt.

“O Senge é o principal espaço de defesa dos engenheiros na luta pelos seus direitos e pelos seus interesses. E é cada vez mais urgente que os profissionais se voltem para a entidade. Quer seja em negociações salariais, no campo jurídico ou ainda nos debates de grandes temas na sociedade, é no Senge que os engenheiros encontram um campo para potencializar e unificar as suas vozes, e fazer valer os seus direitos”, afirma Bittencourt.

 Um sindicato para unir e defender a categoria, sobretudo em um momento de fragilidade política e de ataques aos direitos dos trabalhadores. Um sindicato para ampliar as conquistas dos seus representados e para lutar pela democracia e pela igualdade na sociedade. Negociar com as empresas, representar os engenheiros no campo jurídico e fortalecer a categoria.

E é isso e muito mais que o Senge vem promovendo ao longo das mais de oito décadas de existência em defesa dos profissionais de engenharia. Conforme apresentação do presidente do Sindicato aos alunos, o papel da entidade se diferencia da dos conselhos profissionais e das associações justamente por estar centrada na defesa do profissional na condição de trabalhador.

 Um sindicato para defender os trabalhadores e trabalhadoras- os conselhos atuam na fiscalização do exercício profissional e as associações atuam na reunião de profissionais de uma determinada categoria para fins recreativo ou acadêmico/científico. E os Sindicatos, o que fazem? As entidades têm por responsabilidade legal a prerrogativa de representar os trabalhadores em negociações por melhores condições e atuar na defesa e ampliação dos seus direitos.

 Uma dessas medidas é, por exemplo, promover o debate sobre a ampliação da participação das mulheres no mercado da engenharia e a defesa da igualdade de gênero. “A importância dessa luta se reflete na criação de espaços dentro do Senge para ampliar os debates, como o Coletivo de Mulheres, além de buscar o aumento da representação na própria formação da diretoria da entidade”, defende Bittencourt.

 Com isso, além de aumentar os espaços de debate sobre gênero e de promover a conscientização sobre a igualdade de direitos e oportunidades, busca-se também um reflexo no mercado e consequentemente uma reversão do quadro na engenharia, em que engenheiras recebem, em média, salários 20% menores que engenheiros.

“É fundamental termos este espaço de debate dentro da entidade que nos representa. Mas isso tem que ser acompanhado do apoio da categoria também, e não apenas lá no mercado, mas também nas universidades, dentro dos cursos. É junto à formação de futuras engenheiras e engenheiros que devemos levar tais debates”, aponta a coordenadora do Senge Jovem, Letícia Partala.

Presente no evento, Letícia, que é estudante de engenharia química, conclamou os alunos: “Não precisa ser mulher para defender a justiça e defender a igualdade. É importante que os homens também abracem a causa e nos ajudem a combater os assédios na universidade, no mercado de trabalho e em todos os demais espaços”.

 

Publicado em Notícias

O Senge-PR ingressará com ação coletiva representando todos os engenheiros e engenheiras da Sanepar buscando pagamento dos 13% da implantação do Plano de Cargo, Carreira e Remuneração (PCCR) de 2012. À época, ao iniciar o atual plano, os engenheiros que recebiam abaixo do valor do piso não receberam na prática os reflexos do reajuste concedido a todos os trabalhadores da estatal.

Com a ação do Senge, não haverá custas iniciais para os profissionais, e nem necessidade de documentação neste estágio. Uma vez finalizada a ação, a decisão abrangerá a todos os trabalhadores que têm direito ao recebimento da diferença e dos reflexos.

A medida ajuizada pelo Senge reforça o compromisso da entidade com os engenheiros da Sanepar em buscar a efetivação dos direitos e garantir a qualidade dos serviços jurídicos prestados.

Sobre a diferença do percentual – a não aplicação no salário completo aconteceu com todos os engenheiros e engenheiras que recebiam parte do salário pelo “código 112” até maio de 2012. Na época, nos reajustes, a prática da empresa era aplicar os percentuais apenas na rubrica 100.

Na justiça, no entanto, o Senge conseguiu o reconhecimento das duas rubricas como formadoras do salário base dos engenheiros. Com isso, entende-se que fica devido o percentual do reajuste aos engenheiros.

É para buscar esse direito dos engenheiros e engenheiras da Sanepar que o Senge ingressará, por meio do escritório Trindade e Arzeno, que presta assessoria jurídica para o Sindicato, ação representando todos os profissionais, associados ou não ao Senge.

Publicado em Notícias

A Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel) realizará em Curitiba na próxima semana dois eventos para debater o papel e a importância dos profissionais eletricistas no mercado atual e seguranças e normas reguladoras para os trabalhadores. Os eventos serão no auditório do IEP.

No dia 17 de maio (quarta-feira), será realizado no Encontro de Profissionais Eletricistas, evento que debaterá a atuação profissional, soluções para eficiência e produtividade, questões relacionadas ao profissional eletricista e o programa Casa Segura, dentre outros temas. A inscrição para o encontro e a programação completa pode ser acessada por aqui.

Já no dia 18 de maio (quinta-feira), os profissionais poderão participar do Seminário de Gerenciamento de Risco Elétrico, evento que abordará normas e seguranças técnicas, tipos e funcionamento de sistemas de gerenciamento do Risco Elétrico, escolha e definição de equipamentos para eletricistas conforme preconiza a NR-10 e vários outros assuntos. Clique aqui e confira a programação e inscrição para o seminário.

 

Publicado em Notícias

Engenheiros integrantes das diretorias regionais e estadual do Senge-PR estiveram reunidos neste sábado (6), em Assembleia Geral Ordinária, na sede da entidade, em Curitiba. Por maioria dos votos, foram aprovados os relatórios de finanças e de atividades referentes ao ano de 2016. Estavam presentes representantes de todas as regionais do Senge, além da diretoria estadual.

Entre os fatores que se destacaram no ano de 2016 está o número de negociações de acordos e convenções coletivas, que cresceu 25% – em 2015 o sindicato fechou cerca de 40 instrumentos de trabalho, enquanto em 2016 número passou para 50.

Para chegar a este resultado, foram realizados 158 encontros de definição de pauta, de debate sobre reivindicações, de deliberação e votação de propostas e outras reuniões em assembleias. A divulgação e mobilização das negociações ficou registrada em 293 boletins produzidos pelo Departamento de Comunicação do Sindicato.

A filiação de novos associados alcançou uma das maiores taxas dos últimos anos, 247 adesões – crescimento de 27% em comparação a 2015. Com este patamar, o Senge ultrapassou a meta estipulada para 2016, fixada em 3%.

Os dados referentes ao Departamento Jurídico indicam a relevância do setor para a categoria: entre homologações e outras questões jurídicas, foram atendidos 7 mil profissionais de engenharia na sede da entidade em Curitiba.

Entre as atividades formativas, destacou-se a participação na realização do Circo da Democracia, em agosto de 2016, em articulação com uma centena de outras entidades. A ação teve 36 debates e mesas redondas, pelos quais circularam 25 mil pessoas. Cerca de 230 artistas apresentaram shows e performances.

 

Publicado em Notícias

Na próxima quarta-feira (10) a regional do Senge em Cascavel promoverá a terceira edição do TecnoSenge, evento que debate inovação e tecnologia com os futuros profissionais de engenharia. Neste ano, são duas edições do evento.

Nesta primeira etapa, sobre engenharia e sustentabilidade, serão realizadas duas palestras para os acadêmicos de engenharia civil: reservatórios de distribuição de água em aço vitrificado e estação de tratamento de esgoto compacta de Canavieiras, em Santa Catarina.

As palestras serão ministradas por Fred Bueno, consultor técnico da Tanks BR, braço nacional de uma das maiores fabricantes mundiais de tranques e silos em aço parafusado e dômus geodésico, a CST Industries Inc.

O evento tem entrada gratuita e será realizado entre as 19 horas e às 21 horas no auditório da Universidade Paranaense (Unipar), na Rua Rui Barbosa, 611 – Jardim Cristal, Cascavel. Mais informações (45) 3223-5325 (das 13h30 às 17h30 com Paula) / e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Publicado em Notícias

Encerrou nesta quarta-feira (19) a eleição de diretoria do Senge para os próximos três anos. A votação foi massivamente pelo pelo sistema do Crea, cerca de 98% dos votos válidos, e contou com expressiva participação dos associados, exatos 1.092 votos. Em comparação a última eleição, que também foi pelo sistema eletrônico, o número deste ano representa um crescimento de cerca de 43% na participação eleitoral.

Com 624 dos votos válidos – somados os online e os presenciais – foi eleita para a Direção Estadual (Colegiada) do Senge a Chapa 1 – “Unidade e Renovação: Senge por você”. Em segundo lugar na votação ficou a Chapa 2 – “Senge de Raiz”, com 436 votos. Nas regionais, aproximadamente 440 associados participaram do pleito que elegeu as chapas únicas. Realizada em todo o Paraná, a votação definiu quem serão as chapas que assumirão a próxima gestão do Senge, no triênio 2017/2020. As cerimônias de posses serão realizadas a partir de junho deste ano. Veja abaixo como ficará a composição das diretorias Estadual (Colegiada) e das Regionais para os próximos três anos.  

 

Publicado em Notícias

Dependendo o navegador e da versão de software que você estiver utilizando pode haver incompatibilidade com o site. Sugerimos que você troque de navegador para participar da votação. Se estiver usando o Internet Explorer, por exemplo, tente no Chrome ou no Firefox. Outro ponto fundamental é a velocidade da sua internet.

O site contém muitos elementos gráficos, o que pode tornar a navegação um pouco pesada, e pode demorar alguns segundos a mais para carregar todas as informações.

Caso não esteja aparecendo algum banner ou item de votação, confira a barra de carregamento para ver se a página foi toda lida pelo seu navegador. Ao clicar para abrir as páginas da votação, aguarde carregar todos os itens.

Feito isso, é só escolher a chapa e ajudar a eleger a diretoria do Senge.

Se mesmo assim estiver com dificuldades no acesso, entre em contato com o Crea agora mesmo para ver a solução. O telefone da central de auxílio à área de serviços online do Crea-PR é o 0800-410067.

>> Outra dúvidas sobre as eleições, clique aqui.

Publicado em Notícias

Começou nesta segunda-feira (17) o processo eleitoral para as Diretorias Estadual (Colegiada) e Regionais do Senge. As chapas eleitas assumirão a direção da entidade para os próximos três anos. A votação é preferencialmente pela internet, por meio do sistema eletrônico do Crea. Não deixe para depois. Clique aqui, vote agora mesmo e eleja a diretoria do seu Sindicato.

Não sabe quem são os candidatos das chapas estaduais e das regionais? Está em dúvidas sobre sua situação associativa e se pode participar das eleições? Nunca entrou no sistema do Crea e não tem a menor ideia de como votar lá? Sem problemas, esclarecemos estas e outras dúvidas sobre as eleições e como votar nos textos abaixo.

Como será a votação?

Entre os dias 17 e 19 de abril os associados ao Senge têm um compromisso com a entidade: eleger a nova diretoria do Sindicato em Curitiba e nas regionais para o triênio 2017/2020. Se você é associado e cumpre com as obrigações estatutárias, participe das eleições para definir o futuro do seu Sindicato.

Assim como nas votações anteriores, as eleições ocorrerão preferencialmente pela plataforma digital do Crea, junto ao acesso à área restrita de serviços online. Mas também será possível votar em urnas físicas na sede do Senge em Curitiba e nas regionais em várias cidades do Paraná.

No sistema online, a votação será aberta das 9 horas do dia 17 de abril às 20 horas do dia 19 de abril, ininterruptamente. Basta acessar o sistema em qualquer hora do dia entre esses horários e escolher as chapas. Já na votação física, a votação será em horários diferenciados para cada localidade das urnas. Em Curitiba, será na sede do Senge, das 9 horas às 20 horas.

A votação segue o modelo de chapas. Portanto, o engenheiro, ao votar, irá escolher a chapa com todos os candidatos à diretoria. Quem é associado na regional de Curitiba votará apenas em uma das chapas que concorrem a Diretoria Estadual (Colegiada). Já quem está nas cidades de abrangência das regionais, escolherá, além da chapa estadual, a chapa da regional a qual pertence.

Veja AQUI quem são os candidatos que compõem as chapas e faça a sua opção. Seu voto faz a diferença e fortalece o Senge.

Publicado em Notícias
Pagina 1 de 12

Galeria de Vídeos

 

Receba nossos boletins!

captcha 

Publicações